quarta-feira, 22 de setembro de 2010

* Tela (crepuscular) *

Fonte da foto : google- sem informação de autoria

óbvia
a linha do horizonte
onde quase nada
é (im)previsível
a não ser as tintas
que o sol pincela
laranja da terra
banana-ouro
manga-rosa
franjas frutíferas

Úrsula Avner

3 comentários:

  1. Dê.cor.ar...
    Ûm de.grau.dê...
    Nu.vens
    Sê.o.lar...

    :D

    ResponderExcluir
  2. lindíssimo Úrsula, colore as paisagens com a tua escrita!

    beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Úrsula, boa tarde! Já vi que vou ser tua fã. rs
    Poesia de grande qualidade esta! Você faz uma mescla de cores e sabores - presente generoso da natureza!

    prazer em conhecê-la!

    um beijo

    Lu C.

    ResponderExcluir