domingo, 5 de julho de 2009

* Amplitude *



Verso invertido
revela de mim
o que da ferida
sabe o prurido

Invento um mar
sem ondas
oceano aberto
do começo ao fim

Úrsula Avner

* imagem retirada do Google- desconheço a autoria

5 comentários:

  1. Vim lhe fazer uma visitinha e ler um pouquinho...
    Bjinhos amiga!

    ResponderExcluir
  2. Um mar sem ondas, sem nada que assuste...

    ResponderExcluir
  3. Ando precisando de (a)mar...

    Beijos e borboleteios

    ResponderExcluir
  4. oi Úrsula achei seu blog muito lindo
    Parabens!!

    ResponderExcluir
  5. Lindo seu blog...
    Adorei te ler!

    Renata Mangeon

    ResponderExcluir